terça-feira, 20 de março de 2018

Bacabeira literalmente dividida.



Ontem, pela manhã, dia 19 de março de 2018 foi um marco para a Bacabeira. A tão famigerada  do viaduto que literalmente dividiu a cidade.

Este projeto para muitos de nós bacabeirenses já nasceu morto. Menos por ter sido concluído, mais pelo fato de que trouxe uma "beleza" a paisagem urbana do município totalmente avessa àquelas que toda cidade espera. 

Kellyane esteve desde de que assumiu como vereadora buscando conhecer esta obra e todo seu projeto. Não é preciso conhecer de engenharia para perceber que outro projeto no lugar do que foi feito poderia ter sido executado. Aquela obra foi uma primazia de aberração da engenharia moderna. Que prioriza espaços mais livres, mais áreas de tráfego, mais espaço para o transeunte, o pedestre. 

Ao ser inaugurado o viaduto ontem, dia 19, a vereadora fez-se presente. Observou que não foi comtemplado nenhuma iluminação. Não foi dado resposta a questões como ponto de parada de onibus, e também espaços para os taxistas. Tudo isso kellyane frisou, questionou e o Dnit apenas diz que agora compete ao poder público municipal. Afirmamos que estão errados!!! Errados com todas as letras. Qualquer projeto executado no município por outro ente, seja estadual ou municipal, precisa contemplar as estruturas preexistentes. 

Não se sabe ao certo do porquê que este projeto foi permitido ser realizado naqueles moldes no município. Que forças ocultas agiram. Quais interesses por detrás daquela parede de terra armada. Só se sabe que a cidade perdeu muito. O suficiente para que fosse dividida. 

"Lamento. Tanto eu quantos outros bacabeirenses por esta obra ter sido realizada desta forma. Passou do ridículo e muito. Acho que o município de Bacabeira precisaria era tentar reparar na justiça toda essa perda urbanística, esse dano para a sociedade. Uma indenização justa por esse mal feito." Frisou a vereadora.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Vereadora Kellyane Calvet corrige um fato da história na última sessão da Câmara

No dia 08 de novembro de 2018, na sessão da Câmara, a vereadora Kellyane Calvet fez uma correção a um equívoco histórico que, para el...